Castelo de Villandry

7.00€ - 11.00€

Tarifários 2019

  • • Adulto : 11.00 €
  • • Criança dos 7 aos 18 anos : 7.00 €

O bilhete inclui:

O acesso prioritário ao castelo

A visita ao castelo de Villandry

A visita aos jardins à francesa

Mais informações

Adulto - 11.00 €

Criança dos 7 aos 18 anos - 7.00 €

Adicionar ao meu cesto 61 €
Descrição

O bilhete inclui

 O acesso prioritário ao castelo

 

 A visita ao castelo de Villandry

 

 A visita aos jardins à francesa  

 

 

O bilhete não inclui

 Os áudio guias

 As despesas de carácter pessoal

O castelo de Villandry localiza-se no Oeste da Touraine. Foi o último castelo do Loire a ter sido construído nas margens do rio. Os interiores do castelo de Villandry são extraordinários devido à qualidade da sua mobília, à variedade de quadros e ao requinte da decoração de época. Mas o que realmente faz com que não possa deixar de visitar este castelo são os jardins à francesa de estilo Renascentista completamente restaurados que hoje criaram a fama do castelo de Villandry. Estes jardins são cuidados de forma muito rigorosa tendo em conta um desenvolvimento sustentável e uma gestão sensata para limitar o uso de produtos químicos e que assim permite as plantas revelar a sua beleza natural. Na proximidade da união do Cher e do Loire, Villandry promete ter muitas supressas.

Acesso & Horários

Morada

Acesso

Parques de estacionamento gratuitos disponíveis nas proximidades do castelo

Morada:

Château de Villandry, 37510 Villandry

Horários

Do 1 de janeiro ao 7 de janeiro : das 9h30 as 16h30

Do 10 de fevereiro ao 28 de fevereiro: das 9h00 as 17h00

Do 1 de março ao 31 de março : das 9h00 as 17h30

Abril, Maio, Junho : das 9h00 as 18h00

Julho, Agosto : das 9h00 as 18h30

Do 1 de setembro ao 27 de outubro : das 9h00 as 18h00

Do 28 de outubro ao 11 de novembro : das 9h00 as 17h30

Do 22 de dezembro ao 31 de dezembro: das 9h30 as 16h30

Informações

Nas proximidades :

1 Opinião
  • Top
    Jardins de Villandry superbes. Billets reçus tout de suite. Pas de files d'attentes.

    Joël Chantr.   |   2019-03-26